domingo, fevereiro 21, 2010

Agora eu posto...

Eu só gostaria de ter alguém com a minha expressão Se você fosse olhar Gostaria que visse em todas eu
Como vejo em todos você Não importa quem eu olhe Abaixo a (col) cabeça porque me lembram você
Desvio o olhar para que não percebam Olho para o chão porque tenho medo.

Léon Chenel calou-se. As senhoras choravam. Na boleia o Conde D' Notre Dame assoava-se a todo momento. Apenas o cocheiro cochilava. E os cavalos que não sentiam mais o chicote, haviam diminuido a marcha, caminhando devagar. E o veiculo avançava penosamente, de repente pesado, como se estivesse carregado de tristeza.

Amanda Bueno de Oliveira nª? 1ª? Quinze anos normalmente vividos sem deixar sua marca no mundo ou em alguém. No futuro, como agora quer ser feliz e ter uma vida sossegada, não muito diferente do resto do mundo. Pretende alcançar seu sonho se formando em Web Design ou algo relacionado a imagens. Adora um omelete e se acha gorda, menos dez quilos e provavelmente não estaria satisfeita, mas pouco faz para alcançar essa meta. Assiste muita TV e fica sentada no sofá a maior parte do tempo, fã de "Supernatural" e "Justice" em especial. Volta a ser criança quando assiste "Os Padrinhos Mágicos", pouco se lembra de sua infância, algumas amizades e brinquedos perdidos, a separação dos pais, a mudança de casa, foi tudo bem difícil em sua opinião e ainda acha que é em certos pontos.
Se acha um estorvo na vida de seus pais. E as vezes se decepciona com suas amizades. Mas uma coisa em que nunca teve sorte e tem certeza é o Amor... O típico jovem e longo amor não correspondido os sentimentos não divididos, mesmo com essa má sorte em seu dito amor acredita que todos tem alguém, em algum lugar, pode parecer piegas, mas ela acha que só existimos para sermos necessários para alguém então mesmo se você tiver noventa anos acredite no que ela diz alguém precisa de você.
[edit] Não tenho certeza se é continuação...[/edit]
Acha que quer mas não tem talento. E eis um de seus maiores defeitos "Achar" sempre acha nunca está certa, já perdeu um emprego por achar. E seu pai está cansado de ouvir "Esqueci" outra palavra muito comum em seu vocabulário.
Tem uma relação complicada com a mãe vivem (t) discutindo, mas logo depois estão normal, ela diz que as vezes é até engraçado, mas também cansa.
Se descreve como eclética em seus gosto musical, fã de cinema mas não cinéfila e pensa... Mas não demais. [edit] Mas não existe [/edit]


Achado ao som de Be Safe - The Cribs.

Nenhum comentário: